A felicidade pode ser tão simples

A felicidade pode ser tão simples… Entretanto, acredito que não há felicidade plena sem o amor.

Não sou especialista ou coisa do gênero, mas posso falar sobre como eu amo e sobre os meus amores.

O amor é a essência da vida. O sentido que encontrei para minha vida. Todos os tipos de amor, tanto grandes como pequenos, são o combustível que fazem com que meu ser, minha alma, pulsem com mais vigor. A (minha) felicidade reside no amor. O amor completa minha alma. O amor enche meu ser de felicidade, alegria, e paz.

Amor ardente, amor carente, amor amigo, amor sofrido, amor de cachorro… Amor solidário, amor companheiro, amor apaixonado, amor…

Pequenos gestos, pequenas palavras, olhares significativos, momentos intensos, todos com ternura… Fazem toda a diferença. Um bilhetinho com dizeres carinhosos, uma atitude inesperada, palavras de incentivo, gestos.

Felicidade carece de amor, o amor carece de pessoas.

Pessoas dão amor e enchem nossa vida de felicidade.

Pessoas precisam de amor, pessoas precisam de pessoas.

Sonhos e futuro destruídos

Entre sombras e sopros
Garras dilaceram um sonho quase consolidado
Remoendo as entranhas de suas esperanças,
Aniquilando seu futuro.

Destruída foi sua felicidade.
O que será deste sonho?
Ele não tem mais forças para continuar;
Sua incandescente luz foi-lhe roubada.

Um caminho, não há mais.
O sonho parou.
O futuro acabou agora.
O desespero e a tristeza preenchem meu coração.

o que será que será?

Quando penso em sexo
Sinto não poder estar contigo.
Queria poder sentir-te dentro de mim..;
Por que estás tão distante?

A vida pregou-nos este teste
Iremos sobreviver?
Estarás apto?
O que serás de nós?

Não quero desistir de ti
Acredito que valhas este ônus, meu amor.
Os deuses hão de recompensar os sofrimentos dessa mortal,
E em uma tarde ensolarada de dezembro, estaremos juntos.

Ardente descontrole

Quando o Sol retorna a sorrir para mim
Acariciando meu rosto e pele,
E Eros aquece e derrete meu coração com sentimentos doces
As Horas seguram o fio de nossa ardente paixão.

Quando o frio na barriga retorna,
O toque erótico renasce em mim,
E Deméter aflora em minh’alma,
As Horas seguram este tênue fio.
Será que deveria não ter deitado-me contigo?
Será que deveria repelir estes sentimentos?
Será que vou perder-me em teus olhos?
Que minha anima ajude-me a controlar essa paixão.
Minha vida transformour-se depois de ti
Minha selvageria foi libertada por você.
Você tocou meu instinto, deixando com ele sua essência;
Uma essência ardente e doce, como chocolate com pimenta.

Iniciação

Um amor ardente
Queima por dentro.
Seu toque macio e gêneroso
Eriça os pêlos do meu corpo
E desperta desejos.

Desejo por sexo selvagem;
Desejo um terno carinho;
Desejo teu sorriso; e
Desejo tua alma através de teus olhos.
Quando tudo isso que desejo acontecerá?
Quando terás um encontro com Eros e pensarás em mim?
As Graças riem jocosamente dessa pobre mortal que sou
Afiando sua navalha no fio de meu desejo.
Quero seu toque;
Quero seu sexo;
Quero teu olhar;
Quero tua essência;
Quero tua alma.
Um dia serás meu os teus sentimentos mais belos
Um dia tu oferecerás a mim o teu coração
Um dia sentirás minha falta
E um dia desejarás ser inteiramente meu.

Eu sinto novamente…

Não acreditava que voltaria a sentir novamente
Pensava não ser capaz de esquecer aquele amor
Tinha como certo que não encontraria alguém à altura…
Ou melhor…

Entretanto, contra todas as expectativas, você apareceu
Apareceu e virou meu mundo de cabeça para baixo.

Seu ar sedutor, misterioso,
Mexe com meu corpo e mente.

Meu coração acelera ao pensar em ti
E ao sonhar contigo, sou transportado a um mundo aquém deste